Connect with us

Política

Deputado denuncia lentidão do TFD e pacientes de Feijó desde 2012

Publicado há

em

O deputado Luiz Gonzaga (PSDB) denunciou na sessão desta quarta-feira (30) a demora no encaminhamento para Tratamento Fora de Domicílio (TFD) no Estado do Acre. O oposicionista relatou a situação do hospital de Feijó que, segundo ele, tem processos pendentes desde 2012.

“Recebi um telefonema da vereadora Terezinha, de Feijó, e confesso que fiquei preocupado com o que ouvi. Ela relatou que tem processos pendentes do TFD desde 2012, isso é um absurdo. Tem paciente que há cinco anos está na fila para fazer tratamento fora do Estado, isso é desumano, é uma irresponsabilidade total”, disse.

De acordo com o oposicionista, a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) já teria sido notificada pelo Ministério Público Estadual (MPE) sobre o caso, mas até o momento não resolveu a situação. “A Sesacre já foi notificada várias vezes pelo MP, mas até agora não resolveu o problema. O TFD precisa prestar um atendimento melhor para a população de Feijó, esse tipo de coisa não pode ser ignorado”, afirmou.

O parlamentar pediu ainda que a secretário de Saúde do Estado, Gemil Júnior, explicasse o motivo da demora dos encaminhamentos. “A coisa é tão grave que a vereadora Terezinha foi impedida de entrar no hospital de Feijó pela chefe de enfermagem, só porque ela estava fiscalizando, fazendo o seu trabalho. Peço, então, que o secretário de Saúde explique a demora nos encaminhamentos, isso precisa ser resolvido o mais rápido possível, quem está doente não pode esperar”, concluiu.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda